A importância do amor-próprio


 Quando a gente para pra ler esse título, logo pensamos: caramba, preciso ler. E essa reação tem um por que, sabe qual é? A gente nunca acha que está se amando o suficiente. E posso te contar uma coisa? Não estamos mesmo. Com o passar do tempo, observei que estamos sempre à procura de aceitação. Passamos o dia todo na frente do espelho, pensando no que poderia estar diferente, pensando no que a sociedade nos impõe, pensando nas pessoas bonitas que conhecemos, que pesquisamos através da internet, que queremos ser como elas, etc. Por que nunca queremos ser como somos? Será que realmente é algo tão ruim assim?
 Vejo pessoas que são consideradas acima do peso, abaixo do peso, peso ideal, e acredite, a maioria dessas pessoas reclamam de suas aparências. Você deve estar pensando: ué, até as que têm o peso ideal? Sim, por incrível que pareça, até mesmo essas. Mas também, existem aquelas que se aceitam exatamente como são. Elas têm o mesmo tipo de corpo e uma se acha bonita e a outra não. Sabe qual é a diferença? A mente. O nosso sucesso está nela e é através dela que o conquistamos. Devemos aprender a governar nossos pensamentos. Eu aprendi algo que você deve guardar no seu coração: ninguém vai ser 100% igual a você.
 Você é única. E, se a gente parar pra pensar no quanto isso é bom, não vamos querer ser outra pessoa. Até nossos defeitos nos fazem ser únicas. Já parou pra pensar que não é só a beleza exterior que conta? Lembra do quanto você ama fazer as outras pessoas sorrirem? Lembra de quando você as abraça e elas se sentem melhores? Lembra daquele seu sorriso que ilumina o dia de qualquer pessoa? Calma, tem mais... Lembra quando você consolou quem estava mal? Quando você guardou a sua dor e quis cuidar da dor do outro? Isso não é ser linda?
 Pare de achar que todo mundo é melhor do que você. Que todas são mais bonitas do que você. Cada uma tem sua forma de ser incrível e você também tem a sua. Lembre-se: não há ninguém como você. Não queira ser outra pessoa. Você não pode deixar de existir. Existe muita gente que ainda precisa te conhecer. Não entre em extinção.
 Não deixe que se torne um hábito elogiar outras pessoas e desprezar a si mesma. Antes de qualquer pessoa, você precisa se amar. Amar apenas o próximo, pode nos acarretar coisas muito ruins. Uma delas é a dependência. É tomar como verdade o que os outros dizem. Se dizem que somos lindas, acreditamos que somos. Se dizem que não somos, também acreditamos que não. Até onde isso vai nos levar? Consegue perceber o quanto isso é sério?
 Passe a se olhar com bons olhos. Porque podem dizer o que for a seu respeito, mas você vai saber quem você é. Opinião formada não se abala com qualquer achismo. Devemos estar sempre suscetíveis a opiniões que geram crescimento dentro de nós, que nos fazem mudar pra melhor, mas nunca a críticas destrutivas. Tudo que te destrói deve ser jogado fora. Tudo que te constrói deve ser alimentado a cada dia.
 Devemos nos aceitar como somos e melhorar a cada dia por nós mesmas e consequentemente, por quem vale a pena em nossas vidas.
Ame-se mais.
Cuide-se mais.
Encontre paz interior.
Seja feliz.
Viva!
 Faça do tempo seu aliado e não o seu fracasso. Não deixe de viver coisas boas hoje, por achar que ainda não está preparada. Não deixe de frequentar certos lugares, por achar que ainda não se encaixa. Faça por você. Você merece viver coisas maravilhosas e deixar ensinamentos às pessoas que vão passar pela sua vida.
 Você é linda, sim. Por dentro e por fora. Quem tem você por perto, tem algo muito precioso. Quando você faz bem a si mesma, aprende a fazer ainda melhor por quem você ama.
 A importância do amor-próprio está em fazer todos felizes, inclusive, você mesma.

Autora: Suellen Marques.
Tema escolhido por: Carolina Santos.

Comentários

  1. Boa tarde! Tudo bem?
    De uma intensidade...
    O amor próprio aquele que nos faz ser quem somos,que nos faz querer evoluir e não aceitar menos que merecemos. Texto lindo Suellen. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde! Estou bem, e você?!
    Exatamente! O amor próprio é essencial. Quando não o temos, mostramos que estamos abertos a decepções que não haveriam, se apenas nos valorizássemos da forma que merecemos.
    Obrigada pelo comentário, Marcella! Que bom que gostou! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente amei o pensamento exposto no texto!

    ResponderExcluir
  4. Olá, acho importantíssimo o estímulo do amor próprio, que aliás tenho visto que muitas pessoas, principalmente mulheres estão se aceitando mais e ajudando umas outras, um grande exemplo disso são a quantia de meninas com progressiva fazendo transição capilar para voltar ao crespo, acho lindo todo esse apoio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse apoio é super necessário. O amor próprio deve ser cultivado dentro de nós a cada dia.
      Obrigada pelo comentário!
      Volte sempre!

      Excluir
  5. Boa noite, td bem?
    Realmente o amor próprio é necessário e infelizmente falta em muitas pessoas:)
    bjs, blog encrespa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Uma linda mulher

Eu preciso falar com Jesus

Como conseguir ler a Bíblia antes de dormir